“O DEFUNTO INAUGURAL: RELATO DE UM FANTASMA”: A CARNAVALIZAÇÃO DO SAGRADO NO CONTO DE ANÍBAL MACHADO

Luiza Vilma Pires Vale

Resumo


Resumo
Aníbal Machado, pelo caráter inovador de seus textos, se situa entre os melhores contistas da literatura brasileira. É desafiador embrenhar-se no universo fccional por ele criado. Neste artigo, encaramos um desses possíveis desafios, analisando um de seus contos, “O defunto inaugural: relatos de um fantasma”. Conforme Bakhtin (1997, p. 127), o cômico está presentena sátira menipeia, acentuando o caráter do riso carnavalesco. Levando em conta essa perspectiva bakhtiniana, abordaremos, com relação ao referido texto, o insólito e as características da sátira menipeia a partir da manifestação da morte nas dimensões física, social e simbólica.

Palavras-chave: “O defunto inaugural: relato de um fantasma”. Sátira menipeia. Carnavalização


Texto completo:

PDF


Ciências & Letras está indexada em:

BBE – Bibliografia Brasileira de Educação – INEP – Brasília (<http://www.inep.gov.br>)

CCN – Catálogo Coletivo Nacional de Publicações Seriadas (<http://ccn.ibict.br/busca.jsf>)

ICAP – Indexação Compartilhada de Artigos de Periódicos (<http://www.pergamum.pucpr.br/icap/titulo.php>)

IRESIE – Índice de Revistas de Educación Superior y Investigación Educativa – CEUTES/UNAM, México (<http://iresie.unam.mx> e <http://www.iisue.unam.mx/iresie>)

Sumários.org – Sumários de Revistas Brasileiras (<http://www.sumarios.org/>)

 

ISSN 0102-4868 - Versão impressa

ISSN 1808-043X- Versão eletrônica

 

Ciências & Letras

Revista da Faculdade Porto-Alegrense

Av. Manoel Elias, 2001 – Prédio 3 – Morro Santana

Porto Alegre – Rio Grande do Sul – CEP: 91240-261

E-mail: cienciaseletras@fapa.com.br